25 Jun 2021

PENSAR CLIENTE, SEMPRE.

Maria João Silva from Generali SegurosS.A.

Entrei na Generali no dia 28 de setembro de 2020. Para trás deixava o meu primeiro emprego, que durou 23 anos, numa empresa de telecomunicações, onde passei por diversas áreas e aprendi muito, especialmente colocar o foco no cliente.

Não mudei por estar infeliz, antes pelo contrário, mas porque a oportunidade de vir trabalhar para a Generali despertou em mim um entusiasmo e uma enorme curiosidade. Estava a ser-me proposto o desafio de entrar num setor completamente novo para mim e integrar um grupo segurador com uma estratégia clara de crescimento sustentável e de transformação, com uma enorme vontade de se destacar e de ser o verdadeiro parceiro para a vida dos seus clientes.

No primeiro dia fui a pé de casa até à Companhia e não pude deixar de pensar no risco e desafio a que me tinha proposto. Tinha trocado o certo pelo incerto. Este pensamento foi fugaz. Quando passei a porta da entrada, era já ali que eu pertencia, era a minha nova casa, na qual entregaria o meu empenho, a minha paixão profissional, o meu saber, mas também a minha vontade de aprender para servir o propósito de todos nós: “possibilitar que as pessoas construam um futuro mais seguro, cuidando das suas vidas e sonhos”, confiando à nossa empresa a resolução dos problemas do dia a dia. Queremos estar próximos dos nossos clientes. Queremos cumprir as nossas promessas.

Entrei na companhia com o meu pensamento de sempre: “trabalha como se tudo dependesse de ti, confia como se tudo dependesse de Deus” e dia após dia fui entrando nos temas, trazendo outra visão, de quem nunca na vida tinha pensado em seguros, mas apenas em clientes. Encontrar uma cultura centrada no cliente, inclusiva e de abertura, tem sido muito importante para avançar com novos projetos e ideias, para simplificar, para querer ir mais longe.

O setor dos seguros tem séculos – a Generali já passou por três – e tem tido, e continuará a ter, um papel crucial na prevenção, proteção e redução dos impactos dos riscos que fazem parte da nossa existência, os quais mudam, mas não desaparecem. É um enorme desafio para mim poder contribuir para o profundo processo de transformação que o setor vive e no qual a Generali está a assumir a liderança. Parabéns à Generali pelos 190 anos a pensar e a simplificar a vida dos nossos clientes, é também esse o meu compromisso.